Stories Recentes

Magnésio quelato emagrece mesmo ou isso é só um mito? 

O emagrecimento é um tema de grande interesse para muitas pessoas, e a busca por suplementos que possam auxiliar nesse processo é constante. Nesse sentido, como tem sido muito comentado, muitos acreditam que o suplemento de magnésio quelato emagrece. Mas assim como muitos outros suplementos, embora ele possa auxiliar na perda de peso saudável, devemos entender que não é um suplemento milagroso.

Por isso vamos compreender melhor qual o papel do magnésio quelato no organismo e no emagrecimento e porque ele tem ganhado tanto destaque. Continue conosco.

O Papel do Magnésio no Organismo:

O magnésio é um mineral essencial que desempenha várias funções cruciais no corpo humano. Ele está envolvido em processos metabólicos, regulação da glicose, função muscular, síntese de proteínas e manutenção da saúde óssea. Sua presença é vital para a produção de energia no organismo, uma vez que participa ativamente no ciclo de produção de ATP (adenosina trifosfato).

PUBLICIDADE comprar na amazon livro

Magnésio quelato emagrece ou não? Estudos sobre o Magnésio e o Metabolismo:

Pesquisas científicas têm explorado a relação entre o magnésio e o metabolismo. Alguns estudos sugerem que a deficiência de magnésio pode estar associada a uma diminuição na sensibilidade à insulina, o que pode contribuir para o acúmulo de gordura. 

A suplementação de magnésio quelato, uma forma de fácil absorção de magnésio, pode potencialmente melhorar a sensibilidade à insulina e, consequentemente, influenciar positivamente o metabolismo.

Regulação do Apetite:

Outro aspecto interessante é a possível influência do magnésio no controle do apetite. Alguns estudos indicam que níveis adequados de magnésio podem estar relacionados à regulação de neurotransmissores envolvidos na saciedade, podendo, assim, ajudar a controlar a ingestão de alimentos e contribuir indiretamente para o emagrecimento.

PUBLICIDADE comprar na amazon spirulina

Importância da Forma magnésio de quelato:

A forma quelato do magnésio ganha destaque especialmente devido à sua maior biodisponibilidade. Isso significa que o organismo absorve e utiliza mais eficientemente o magnésio quando ele está na forma quelato, em comparação com outras formas. Essa maior absorção pode ser crucial para garantir que o corpo aproveite ao máximo os benefícios do magnésio em relação ao emagrecimento. 

Para que serve magnésio de quelato? Quais todos os benefícios desse tipo de magnésio?

O que é magnésio quelato exatamente?

O magnésio quelato é uma forma de suplemento que possui o mineral magnésio ligado a um aminoácido, o que facilita sua absorção pelo organismo. Este composto oferece diversos benefícios à saúde, contribuindo para o funcionamento adequado de várias funções do corpo. Abaixo estão alguns dos benefícios associados ao consumo de magnésio quelato:

1. Melhora da Saúde Cardiovascular:

O magnésio desempenha um papel crucial na saúde cardiovascular, ajudando a regular a pressão arterial e a manter o ritmo cardíaco normal. Sua presença contribui para a prevenção de doenças cardíacas.

2. Auxilia no bom funcionamento do Sistema Nervoso:

O magnésio é essencial para a transmissão adequada de impulsos nervosos. Auxilia na função neuromuscular, contribuindo para a contração e relaxamento musculares adequados.

3. Controle da Glicose:

Algumas pesquisas indicam que o magnésio pode desempenhar um papel na regulação da glicose no sangue, contribuindo para a sensibilidade à insulina e, portanto, ajudando na prevenção do diabetes tipo 2.

4. Alívio do Estresse e Ansiedade:

O magnésio está envolvido na produção de neurotransmissores, incluindo a serotonina, que desempenha um papel importante no humor e na regulação do estresse. A suplementação com magnésio pode auxiliar no alívio de sintomas relacionados à ansiedade e ao estresse.

5. Saúde Óssea:

O magnésio é um componente essencial para a formação e manutenção dos ossos. Trabalha em conjunto com o cálcio para fortalecer a estrutura óssea e prevenir condições como a osteoporose.

6. Melhora do Sono:

A deficiência de magnésio pode estar relacionada a distúrbios do sono. A suplementação pode ajudar na melhoria da qualidade do sono, auxiliando na relaxação muscular e na regulação do ciclo do sono.

7. Redução de Cãibras Musculares:

O magnésio é conhecido por seu papel na contração e relaxamento musculares. A suplementação pode ser benéfica na redução de cãibras musculares e na prevenção da fadiga muscular.

8. Auxílio no Emagrecimento:

Como vimos, embora não seja que o magnésio quelato emagrece por si só, o magnésio pode desempenhar um papel no metabolismo e no controle do apetite, contribuindo indiretamente para o processo de emagrecimento.

9. Apoio à Saúde Mental:

Além de seu papel na ansiedade, o magnésio também está sendo estudado em relação à saúde mental mais ampla. Algumas pesquisas sugerem que a adequada ingestão de magnésio pode estar associada a um menor risco de depressão.

É importante notar que a eficácia e os benefícios do magnésio quelato podem variar de pessoa para pessoa, e é sempre aconselhável consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer suplementação. A obtenção adequada de magnésio por meio da alimentação balanceada também é fundamental para manter a saúde em geral.

Para quem é mais indicado o magnésio quelato?

O magnésio quelato pode ser indicado para uma variedade de pessoas, especialmente aquelas que apresentam deficiência de magnésio ou que buscam otimizar sua ingestão desse mineral. Aqui estão algumas situações em que a suplementação com magnésio quelato pode ser mais indicada:

1. Deficiência de Magnésio:

Indivíduos com baixos níveis de magnésio no organismo, seja devido a uma dieta inadequada, má absorção intestinal ou outras condições médicas, podem se beneficiar da suplementação com magnésio quelato para corrigir essa deficiência.

2. Atletas e Pessoas Ativas:

A prática regular de atividade física pode aumentar as necessidades de magnésio, pois o mineral desempenha um papel importante na contração e relaxamento muscular. Atletas e pessoas fisicamente ativas podem se beneficiar da suplementação para ajudar na recuperação muscular e prevenir cãibras.

3. Indivíduos com Problemas de Absorção Intestinal:

Pessoas com condições que afetam a absorção intestinal, como doença celíaca, doença inflamatória intestinal ou síndrome do intestino irritável, podem ter dificuldades em absorver adequadamente o magnésio dos alimentos e, portanto, podem se beneficiar de formas mais facilmente absorvíveis, como o magnésio quelato.

4. Gestantes e Lactantes:

Durante a gravidez e lactação, as necessidades de magnésio podem aumentar. O magnésio quelato pode ser uma opção para garantir que a mãe e o feto recebam quantidades adequadas deste mineral essencial.

5. Pessoas com Condições Crônicas:

Alguns distúrbios médicos, como diabetes tipo 2 e hipertensão, estão associados a um maior risco de deficiência de magnésio. A suplementação com magnésio quelato pode ser considerada como parte do manejo dessas condições.

6. Indivíduos com Distúrbios do Sono:

Aqueles que sofrem de distúrbios do sono, como insônia, podem se beneficiar do magnésio quelato devido ao seu papel na relaxação muscular e na regulação do ciclo do sono.

7. Pessoas com Estresse Crônico:

O estresse crônico pode aumentar as necessidades de magnésio no organismo. A suplementação pode ajudar a aliviar sintomas relacionados ao estresse, como ansiedade e tensão muscular.

8. Pessoas com Idade Avançada:

À medida que envelhecemos, a absorção de nutrientes, incluindo o magnésio, pode diminuir. Indivíduos mais idosos podem se beneficiar da suplementação para prevenir deficiências relacionadas à idade.

É importante ressaltar que a suplementação deve ser feita com orientação de um profissional de saúde, pois as necessidades individuais variam, e o excesso de magnésio também pode ter efeitos adversos como distúrbios gastrointestinais, desequilíbrios minerais, interferência medicamentosa, agravamento de problemas renais, entre outros. 

Além disso, sempre é preferível obter nutrientes através de uma dieta equilibrada sempre que possível. Embora para algumas pessoas a suplementação se faça necessária.

Quais são os tipos de magnésio existentes?

Existem diferentes tipos de suplementos de magnésio disponíveis, e cada um possui características específicas em termos de absorção, biodisponibilidade e benefícios para a saúde. Aqui estão alguns dos tipos mais comuns de magnésio utilizados como suplementos:

1. Magnésio Quelato:

Como vimos anteriormente o magnésio quelato é ligado a um aminoácido, o que melhora a absorção no trato gastrointestinal. Essa forma é conhecida por sua alta biodisponibilidade e é frequentemente recomendada para pessoas com dificuldades na absorção de minerais.

2. Magnésio Glicinato:

Similar ao quelato, o magnésio glicinato é ligado ao aminoácido glicina. Essa forma é suave para o estômago e pode ser uma boa opção para aqueles que são sensíveis a outros tipos de magnésio.

3. Magnésio Citrato:

O citrato de magnésio é uma forma que contém magnésio ligado ao ácido cítrico. É conhecido por sua boa absorção e pode ter um efeito laxante leve, o que pode ser útil para pessoas com constipação.

4. Magnésio Óxido:

O óxido de magnésio é uma forma comum de suplemento, mas tem uma biodisponibilidade relativamente baixa em comparação com outras formas. Pode ser usado para aumentar a ingestão de magnésio, mas pode causar desconforto gastrointestinal em algumas pessoas.

5. Magnésio Sulfato (Sal de Epsom):

O sulfato de magnésio é frequentemente usado em banhos de imersão (Sal de Epsom) para absorção através da pele. Não é tão comumente usado como suplemento oral, mas é uma forma de magnésio.

6. Magnésio Taurato:

Nesta forma, o magnésio está ligado ao aminoácido taurina. Essa combinação pode ter benefícios específicos para a saúde cardiovascular, uma vez que a taurina também está associada à saúde do coração.

7. Magnésio L-treonato:

Esta forma específica de magnésio tem sido estudada por sua capacidade de atravessar a barreira hematoencefálica, sugerindo potenciais benefícios para a saúde cerebral. Pode ser considerada para melhorar a função cognitiva.

8. Magnésio Malato:

O magnésio malato é ligado ao ácido málico. É frequentemente escolhido por pessoas que buscam melhorar a energia e aliviar dores musculares, pois o ácido málico está envolvido na produção de energia nas células.

A escolha do tipo de magnésio pode depender das necessidades individuais, preferências pessoais e tolerância gastrointestinal. 

É sempre recomendável consultar um profissional de saúde antes de iniciar a suplementação, especialmente se houver preocupações específicas de saúde. O profissional pode ajudar a determinar a forma de magnésio mais apropriada com base nas necessidades e objetivos do indivíduo.

Fontes naturais de magnésio:

Embora alguns grupos específicos possam necessitar de suplementação, por isso a importância da avaliação de um profissional da saúde sobre a necessidade da suplementação ou não. Vale destacar também que o magnésio é um mineral essencial encontrado em diversos alimentos. 

Incorporar uma variedade de fontes naturais de magnésio em sua dieta é uma maneira saudável de garantir uma ingestão adequada desse nutriente. Aqui estão algumas fontes naturais de magnésio:

1. Vegetais de Folhas Verdes:

   – Espinafre

   – Couve

   – Acelga

   – Rúcula

   – Alface

2. Nozes e Sementes:

   – Amêndoas

   – Castanhas de caju

   – Nozes

   – Sementes de abóbora

   – Sementes de girassol

3. Grãos Integrais:

   – Aveia

   – Quinoa

   – Arroz integral

   – Farelo de trigo

   – Farinha de aveia

4. Leguminosas:

   – Feijão preto

   – Lentilhas

   – Grão-de-bico

   – Ervilhas

5. Peixes:

   – Salmão

   – Atum

   – Cavala

   – Truta

6. Bananas:

As bananas são uma boa fonte de magnésio, além de fornecerem potássio.

7. Abacates:

Além de serem ricos em gorduras saudáveis, os abacates contêm magnésio.

8. Chocolate Amargo:

O chocolate amargo, com alto teor de cacau, é uma fonte moderada de magnésio.

9. Iogurte:

O iogurte, especialmente o iogurte grego, pode contribuir para a ingestão de magnésio.

10. Frutas Secas:

    – Figos secos

    – Damascos secos

    – Tâmaras

11. Legumes:

    – Abóbora

    – Batata-doce

    – Ervilhas

    – Brócolis

12. Água Mineral Rica em Magnésio:

Algumas águas minerais naturalmente ricas em magnésio podem contribuir para a ingestão diária.

Ao planejar sua dieta, é benéfico incluir uma variedade de alimentos para garantir que você obtenha não apenas magnésio, mas também outros nutrientes essenciais. 

Vale ressaltar que a absorção de magnésio a partir de alimentos é geralmente eficiente, e a dieta equilibrada continua sendo a maneira preferencial de atender às necessidades nutricionais.

Se houver preocupações sobre a ingestão de magnésio ou se você estiver considerando a suplementação, o melhor caminho é consultar um profissional de saúde para orientação personalizada.

O que podemos concluir a respeito do magnésio quelato e o emagrecimento?

Embora mais pesquisas sejam necessárias para estabelecer uma relação definitiva entre o magnésio quelato e o emagrecimento e não possamos dizer que o magnésio quelato emagrece por si só, ele pode ser um importante coadjuvante para quem quer perder peso de forma saudável. Uma vez que as evidências científicas até o momento sugerem que a adequada ingestão desse mineral pode desempenhar um papel significativo no metabolismo e no controle do apetite. 

Mais uma vez vale ressaltar que é sempre importante consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer suplementação, pois as necessidades individuais variam. O magnésio quelato, quando parte de uma abordagem mais abrangente para a saúde, pode ser um aliado valioso no processo de emagrecimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *