Stories Recentes

Espinheira Santa e seu papel no emagrecimento Natural e Saudável

A busca por métodos naturais e saudáveis para emagrecer tem levado muitas pessoas a explorarem alternativas além das tradicionais dietas e exercícios físicos. Algumas plantas têm chamado a atenção nesse cenário, o que leva muitos a acreditarem que a espinheira santa emagrece. 

Conhecida por suas propriedades medicinais e, mais recentemente, por seu potencial emagrecedor, a espinheira santa levanta questionamentos sobre o seu real papel no emagrecimento saudável. Neste artigo, exploraremos os benefícios da espinheira santa para a perda de peso e como incorporá-la de maneira eficaz em sua rotina, além de muito mais.

O que é a Espinheira Santa?

A espinheira santa (Maytenus ilicifolia) é uma planta nativa da América do Sul, encontrada principalmente na região sul do Brasil. Utilizada tradicionalmente na medicina popular há muito tempo, ela é conhecida por suas propriedades anti-inflamatórias, cicatrizantes e digestivas. No entanto, recentemente, pesquisas têm sugerido que algumas plantas podem ter um papel importante no processo de emagrecimento e a espinheira santa é uma delas.

PUBLICIDADE comprar na amazon livro

Espinheira santa emagrece mesmo? Veja qual o seu papel na perda de peso saudável:

Não seria correto dizer que a espinheira santa emagrece por si só, não é nenhum tipo de milagre, mas sabemos que o emagrecimento é a resposta de um conjunto de hábitos, principalmente a dieta, que pode incluir o uso de chás e fitoterápicos e a prática de exercícios físicos. 

A espinheira santa pode contribuir com o emagrecimento de algumas formas como: 

1. Controle do Apetite:

Acredita-se que compostos presentes na espinheira santa podem atuar no sistema nervoso, promovendo uma sensação de saciedade. Isso pode ajudar na redução da ingestão calórica, auxiliando no controle do apetite e evitando excessos alimentares.

PUBLICIDADE comprar na amazon spirulina

2. Estímulo ao Metabolismo:

Alguns componentes da espinheira santa promovem um melhor funcionamento do sistema digestivo como um todo, incluindo o intestino. Alguns dos componentes da planta  parecem ter também a capacidade de acelerar o metabolismo, o que significa que o corpo queima mais calorias em repouso. Isso é especialmente benéfico para quem busca perder peso de forma eficiente e saudável.

3. Redução da Retenção de Líquidos: 

A planta também apresenta propriedades diuréticas, auxiliando na eliminação de líquidos retidos no organismo. Isso pode resultar em uma redução temporária do peso devido à eliminação do inchaço causado pela retenção de líquidos.

Como consumir a Espinheira Santa?

1. Chá de Espinheira Santa:

Uma das formas mais tradicionais de consumo é através do chá. 

Como fazer o chá de espinheira santa?

Para fazer o chá você pode ferver 2 colheres de sopa cheia de folhas da planta em 500ml de água por aproximadamente 10 minutos, coar e consumir um pouco do chá antes das refeições.

Ou ainda você pode ferver 1 xícara de água, adicionar 1 colher de sopa rasa de folhas e deixar em infusão por 10 minutos e depois coar para consumir.

Se você não tem acesso à planta para colher folhas pra fazer o chá, pode encontrar folhas secas em lojas de produtos naturais, físicas e online.

O chá pode ser armazenado por até 24 horas sem nenhum prejuízo. Consuma  de 3 a 4 xícaras de chá por dia.

2. Suplementos:

Cápsulas ou extratos da espinheira santa podem ser encontrados em lojas de produtos naturais. Consulte um profissional de saúde antes de iniciar qualquer suplementação.

3. Saladas e Refeições:

Apesar de não ser muito comum, adicionar folhas secas de espinheira santa em saladas ou utilizá-las como tempero em preparações culinárias também pode ser uma maneira interessante de aproveitar seus benefícios.

Outros possíveis benefícios da espinheira santa para a saúde:

Além do potencial emagrecedor que mencionamos anteriormente, a espinheira santa apresenta uma variedade de benefícios para a saúde. Aqui estão alguns outros aspectos positivos associados a essa planta:

1. Propriedades Gastroprotetoras:

A espinheira santa é conhecida por suas propriedades gastroprotetoras, auxiliando na proteção da mucosa do trato gastrointestinal. Isso pode contribuir para o alívio de problemas estomacais, como gastrite e úlceras, promovendo uma digestão mais saudável.

2. Ação Anti-inflamatória:

Compostos presentes na espinheira santa demonstram propriedades anti-inflamatórias, podendo ser úteis no controle de processos inflamatórios no organismo. Isso é relevante não apenas para a saúde digestiva, mas também para a prevenção de condições inflamatórias em geral.

3. Cicatrização de Feridas:

Tradicionalmente, a espinheira santa tem sido utilizada devido às suas propriedades cicatrizantes. Pode ser aplicada externamente para auxiliar na cicatrização de feridas e promover a regeneração da pele.

4. Ação Antioxidante:

A presença de compostos antioxidantes na espinheira santa contribui para a neutralização de radicais livres no organismo. Isso ajuda a proteger as células do estresse oxidativo, o que pode estar associado a diversos problemas de saúde, incluindo o envelhecimento precoce.

5. Controle da Glicose:

Algumas pesquisas sugerem que a espinheira santa pode talvez ter um papel na regulação dos níveis de glicose no sangue. Isso pode ser benéfico para pessoas com diabetes ou aquelas que buscam manter níveis saudáveis de açúcar no sangue.

6. Alívio de Dores Gástricas:

Pode ajudar no alívio de dores gástricas e desconfortos associados a distúrbios digestivos. Seus efeitos calmantes podem proporcionar alívio para aqueles que sofrem de problemas estomacais.

7. Apoio ao Sistema Imunológico:

O consumo regular da espinheira santa pode fortalecer o sistema imunológico devido às suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, auxiliando o corpo na defesa contra infecções e doenças.

8. Melhoria da Saúde Respiratória:

Alguns estudos indicam que a espinheira santa pode ter efeitos benéficos na saúde respiratória, podendo ser útil no alívio de sintomas relacionados a problemas como bronquite e tosse.

Vale lembrar que é crucial consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer regime de suplementação ou fazer mudanças significativas na dieta, especialmente se houver condições de saúde pré-existentes. 

Contraindicações

Embora a espinheira santa tenha seus benefícios, pode não ser adequada para todos, e é importante considerar as necessidades individuais e as orientações médicas. Por isso, aqui estão algumas considerações importantes:

Gravidez e Amamentação:

Mulheres grávidas ou em fase de amamentação devem evitar o consumo de espinheira santa, uma vez que não há evidências suficientes para garantir a segurança durante esses períodos. O uso da planta nesses casos pode representar riscos desconhecidos para o desenvolvimento fetal e para o bebê em amamentação.

Problemas Gástricos Graves:

Pessoas com histórico de úlceras gástricas ou outras condições gastrointestinais graves devem evitar o uso da espinheira santa, pois ela pode estimular a produção de ácido no estômago, o que pode agravar essas condições.

Alergias e Sensibilidades:

Indivíduos com histórico de alergias a plantas da família Celastraceae, à qual a espinheira santa pertence, devem evitar o seu consumo. Reações alérgicas podem incluir erupções cutâneas, coceira, inchaço ou dificuldades respiratórias.

Interações Medicamentosas:

A espinheira santa pode interagir com alguns medicamentos. Pessoas que estão tomando medicamentos para problemas gastrointestinais, diabetes, pressão arterial ou coagulação sanguínea devem consultar um profissional de saúde antes de utilizar a planta, pois ela pode afetar a eficácia desses medicamentos.

Hipotensão:

A espinheira santa pode ter efeitos hipotensores, ou seja, reduzir a pressão arterial. O que é bom no geral, mas pessoas que já têm pressão arterial baixa devem ter cautela ao usar a planta, pois isso pode levar a uma diminuição excessiva da pressão arterial.

Crianças:

A segurança do uso da espinheira santa em crianças não foi totalmente estabelecida. Portanto, é recomendável evitar o consumo em crianças menores de 12 anos, a menos que sob orientação e supervisão de um profissional de saúde.

Doenças Hepáticas:

Indivíduos com doenças hepáticas devem evitar o consumo da espinheira santa, pois alguns componentes da planta podem afetar a função hepática.

Considerações finais, a espinheira santa emagrece ou não?

Embora a espinheira santa possa oferecer benefícios no processo de emagrecimento, é fundamental ressaltar que os estudos em relação ao emagrecimento ainda não são muito conclusivos e precisam ser mais aprofundados.

Vale lembrar ainda que quando o assunto é emagrecimento não existe uma solução única para todos. 

A prática regular de atividade física e uma dieta equilibrada são essenciais para alcançar resultados duradouros. Nenhum fitoterápico fará milagres se você não estiver disposto a fazer o principal.

Antes de iniciar qualquer novo regime alimentar ou suplementação, é recomendável consultar um profissional de saúde para garantir que seja seguro e adequado ao seu caso específico.

Em resumo, não podemos dizer que a espinheira santa emagrece, mas sim que ela pode ser uma aliada valiosa no caminho para um emagrecimento saudável, desde que seja incorporada de maneira consciente e em conjunto com hábitos de vida saudáveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *