• Ábaco Líquido

    É isto aí William, desmistificando os mitos…
    Viver de bolsa é uma quimera, e digo mais, a bolsa só será boa para quem não precisa dela.
    Tenho pouco a acrescentar ao assunto, você abordou muito bem todos os mitos envolvidos.
    Não há atalhos, não há almoço grátis, quando a maré abaixa quem está sem calção fica pelado, rs… jargões que ouvimos por aí que são a mais pura verdade.
    Grande abraço!

    • Muito legal, Ábaco! Gostei do que você falou: ” a bolsa só será boa para quem não precisa dela”. Isto me leva a pensar sobre a parte psicológica do investidor, que não abordei no artigo. Imagina que a pessoa dependa exclusivamente da bolsa para prover o sustento da família. Será que ela teria a frieza de colocar stops nas perdas (cautela) e nos ganhos (evitando a ganância e consolidando os lucros)? Acho muito difícil… Forte abraço, muito obrigado pela contribuição!!!

      • Ábaco Líquido

        Pior que eu recebo semanalmente perguntas do tipo: o que vc acha de viver de bolsa fazendo day-trade? É possível? Existe uma certa ilusão na cabeça das pessoas, principalmente dos iniciantes, mas a mídia tem certa culpa nisto. Aliás, a mídia é um perigo.
        Grande abraço!

        • Acho que quando se mistura aposta e dinheiro, o ser humano dá uma pirada nas probabilidades. Las vegas que o diga, não é? Ganhar uma bolada num trade não é impossível, mas manter os ganhos constantes e ficar rico é altamente improvável, sobretudo para amadores. Abraços, amigo!!

  • Parabéns pelo excelente artigo. Hoje vivo de bolsa, não com ações, mas através dos fundos imobiliários que é uma excelente forma de renda passiva para quem deseja viver de renda.

    Um grande abraço

    • Olá, Cleiton! Obrigado pela resposta!! A ideia é a mesma da bolsa: se você consegue viver somente com a receita dos fundos, é porque seu patrimônio permite isso (e não porque você começou a viver de fundos, do nada). Abraços!